Visita da Ópera Garnier

Este Produto já não se encontra disponível para venda.

Visita dos espaços públicos da Ópera Garnier. Este é um percurso incomum e enriquecido pelo know-how dos guias que acompar-lhe-ão ao longo da visita.
É sob este ponto de vista que desejamos que descubra as riquezas, por vezes escondidas, dos monumentos de Paris.

Reserva

Este Produto já não se encontra disponível para venda.

Informações úteis

Em 1860 foi realizado um concurso para a construção da nova Ópera de Paris. O projeto escolhido foi o de um jovem arquiteto chamado Charles Garnier graças à exuberante mescla de arquitetura ecleticamente barroca. Atualmente, o “Palais Garnier”, sem dúvida alguma representa a arte do Segundo Império e simboliza o luxo da capital francesa. Até a sua inauguração, em janeiro de 1875, 73 escultores e 14 pintores trabalharam dia e noite para terminá-la. Com 172 metros de comprimento e 124 metros de largura, a Ópera Garnier é a maior da Europa, com capacidade para receber 2000 pessoas.

Acompanhado do guia, sentir-se-á ofuscado pela rica arquitetura e decoro. A visita iniciar-se-á pela “Rotonde des Abonnés”, originalmente utilizada para a recepção do público, local no qual pode-se ver entre os arabescos a assinatura única do arquiteto. A desconcertante “Pitonisa” lhe acolherá antes da subida da majestosa “Grand Escalier”, que levar-lhe-á ao salão principal, salas de estar e corredores. O abundante decoro, o esplendor dos inúmeros corredores e a variedade de materiais utilizados são de tirar o fôlego. As diversas pinturas e esculturas fzem da Ópera Garnier, além de sua função original, um verdadeiro museu.

Sua sessão expirou, um redirecionamento para a página principal de Come to Paris será efetuado.